Nossas crianças estão tristes! Como ajudá-las a lidar com a saudade?

 Nossas crianças estão tristes! Como ajudá-las a lidar com a saudade?

As crianças sentem saudade da escola, dos amigos, de brincar nos lugares que conhecem, de ver os avós e da vida que tinham antes.

A saudade faz parte da vida de adultos e crianças, por definição, é um sentimento melancólico devido ao afastamento de uma pessoa ou a falta de um lugar, ou até de uma situação, o sentimento é normal até certo momento, já que também é um sinal de que o que passou foi positivamente marcante. O problema é que a saudade pode carregar consigo alguns sentimentos bastante doloridos como o desconsolo e a angústia, porém, nem sempre é preciso ter essa carga de tristeza. 

Se essas nuances da saudade, que é o que fazem dela um sentimento complexo e difícil para nós adultos, entendermos imagina para as crianças? 

Anúncio:

Nossas crianças estão tristes! Como ajudá-las a lidar com a saudade? - Portal Vipzinho

A psicopedagoga Vanessa Vigatto (R. José Versolato, 111 – sala 817 – Centro, São Bernardo do Campo), afirma que é imprescindível que os pais falem com seus filhos sobre a saudade, para que elas possam amadurecer. Essas emoções são importantes para o desenvolvimento das crianças.

Afirma, ainda, que nada melhor do que estimular que os pequenos falem sobre esse sentimento, essa é a melhor forma de ajudar a criança a lidar com a saudade, que os pais podem proporcionar. Às vezes, eles podem não conseguir expressar o que estão sentindo, ou até pensam que não existe essa abertura ou ainda que são impotentes por sentirem essa tristeza. Desse modo, é importante os pais começarem o diálogo, mostrando que eles também se sentem assim de vez em quando, dar exemplos do passado e do seu presente, ajudam a criança a se identificar e assim, incentivando que os pequenos também compartilhem o que sentem. 

Nossas crianças estão tristes! Como ajudá-las a lidar com a saudade? - Portal Vipzinho

Portanto, é importante a criança entender que está tudo bem em se sentir assim, mas além disso, precisamos ampliar esse repertório de manejo da emoção. Acima de tudo, consulte a psicopedagoga caso não saiba como agir ou lidar, ela trabalhará em conjunto da criança e família, para que juntos possam descobrir como trabalhar melhor suas emoções. 

Anúncio:
Tendall Grill - Rudge Ramos